criação de abelhas nativas

Criação Racional de Abelhas Nativas sem Ferrão – Meliponicultura: Uma atividade essencialmente Agroecológica. PARTICIPE DOS NOSSOS CURSOS. Próxima turma dia 14, 15, 24 e 25 de maio/12. FAÇA SUA INSCRIÇÃO.

Responsáveis pela polinização de até 90 % das espécies vegetais nativas e de forma direta ou indireta por 65% dos alimentos consumidos pela espécie humana, as abelhas sem ferrão (também denominadas “indígenas” ou “nativas”) estão seriamente ameaçadas de extinção, devido a práticas como o desmatamento, uso intensivo do solo, o monocultivo, uso indiscriminado de agrotóxicos e outros produtos químicos, sementes geneticamente modificadas ou a combinação destas, que por sua vez provocam alterações climáticas, poluição ambiental, a diminuição da biodiversidade, escassez de flores e a consequente redução de alimento apícola.

As consequências da diminuição, ou pior, da extinção das abelhas, podem ser catastróficas segundo citação atribuída ao físico alemão Albert Einstein: “SE AS ABELHAS DESAPARECEREM DA FACE DA TERRA, A HUMANIDADE TERÁ APENAS MAIS QUATRO ANOS DE EXISTÊNCIA. SEM ABELHAS NÃO HÁ POLINIZAÇÃO, NÃO HÁ REPRODUÇÃO DA FLORA, SEM FLORA NÃO HÁ ANIMAIS, SEM ANIMAIS NÃO HAVERÁ RAÇA HUMANA”.

Além do aspecto ambiental, a Criação de Abelhas Nativas sem Ferrão, quando desenvolvida com critérios e responsabilidade, pode revelar-se uma interessante opção de renda para as propriedades rurais e até para algumas urbanas e representar um atrativo a mais nas propriedades integrantes de circuítos de turismo rural.

Pela sua importância ambiental, cultural e social, o Centro Paranaense de Referência em Agroecologia incluiu a Meliponicultura entre suas linhas de ação e estará promovendo cursos sobre o tema para o qual convidamos os agricultores, técnicos, professores, estudantes, ambientalistas e demais interessados a participar e divulgar nos dias:

– 14, 15, 16 e 17 de fevereiro/2012 (encerrado)
– 12, 13, 23 e 24 de abril/2012 (encerrado)
14, 15, 24 e 25 de maio/2012

Serão abordados aspectos como a diferença entre a Apis melífera e a Meliponidae; sua distribuição geográfica, tipos de ninho, estrutura das colônias de meliponídeos, técnicas de captura, transferência e divisão de colônias, instalação de meliponários, predadores, os produtos e funções das abelhas, o aproveitamento do mel, entre outros.

Inscreva-se e participe. Divulgue e faça parte desta cruzada para o resgate e preservação destas importantes espécies polinizadoras.

Maiores informações e inscrições:
Telefone: (41) 3544-8113 (Josiane)
E-mail:
capacitacao@cpra.pr.gov.br

Anúncios

2 Respostas to “criação de abelhas nativas”

  1. Luisa Zafalan Says:

    Muito bom é de extrema valiosidade tais cursos!!

  2. Maria Isabel Carbone Costa Says:

    Bom Dia.Fico eliz com essa iniciativa de vocês.Parabenizo-os e dou todo o meu apoi…pois como se sabe as abelhas estão começando a entrar em estinção!!!!!! URGENCIA EM INICIATIVAS COMO ESTA!!!!!! A VIDA AGRADECE!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: