Arquivo para abril, 2011

Menos Pinus, Mais Pinhão!!

Posted in Uncategorized on abril 19, 2011 by goura

“Pinus pirata” é alvo do Ibama no Paraná e em Santa Catarina

Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) fiscaliza o desmatamento de áreas nativas na região Centro-Sul do Paraná e no Norte de Santa Catarina para o plantio de pinus e eucalipto. A operação, batizada de “Pinus Pirata”, começou há 10 dias e já aplicou R$ 773 mil em multas. As árvores de pinus e eucalipto que estiverem plantadas em área remanescentes da Mata Atlântica serão derrubadas e doadas para instituições cadastradas no Ibama.

O nome da operação é uma alusão ao termo “Boi Pirata” usado pelo então ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, em junho de 2008, que comandou a retirada do gado criado em áreas desmatadas da região amazônica. A chefe de fiscalização da superintendência do Ibama no Paraná, Maria Luíza Gonçalves, afirma que as áreas irregulares nos dois estados começaram a ser identificadas no ano passado.

Os proprietários são notificados a cortar e enfileirar as toras das espécies exóticas, num prazo de 10 dias após o embargo. A limpeza da área deve ser feita em até 60 dias. Os produtores notificados terão ainda de fazer a recuperação da área. “Se os proprietários não fizerem essa retirada, o próprio Ibama vai fazer”, alerta Maria Luíza, acrescentando que bens usados no plantio e transporte dos pinus e eucaliptos como tratores e caminhões, serão apreendidos. Até o momento, nenhuma plantação de espécie exótica foi derrubada. A operação ainda está em andamento e, por enquanto, não há um balanço fechado das apreensões.

Conforme o professor do departamento de Biologia da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) Denny Willian da Silva, o desmatamento de áreas nativas para possibilitar o plantio de espécies exóticas é prejudicial à biodiversidade. “Ele repercute de forma negativa em toda a cadeia”, acrescenta. O solo fica mais seco e a água da chuva escorre com mais facilidade, possibilitando a erosão e o assoreamento dos rios, o que, segundo o professor, prejudica o desenvolvimento dos peixes. Os animais que viviam na floresta nativa também sofrem: há uma redução dos alimentos e a menor probabilidade de confecção de ninhos. “Um hectare de floresta de araucária tem entre 70 e 80 espécies diferentes de árvore. A mesma área de pinus ou eucalipto tem uma espécie somente, o que reduz as chances de sobrevivência da fauna e da flora originais”, completa.

Em Porto Alegre!!

Posted in Uncategorized on abril 18, 2011 by goura

Atividades em Curitiba

Posted in Uncategorized on abril 18, 2011 by goura

Ajude a divulgar

O Coletivo CASA DA VIDEIRA, e a QUINTA DA VIDEIRA estão convidando:
Abrir os olhos para a agricultura urbana. 
Estamos convocando, para o sábado 21 de Maio de 2011 uma reunião com todos os interessados em uma Agricultura e pecuária urbanas não tuteladas pelo estado ou município. Se você tiver interesse no assunto, ou conhece alguém que tenha interesse, escreva para secretariadavideira@gmail.com e confirme sua presença.
LOCAL: Rua Pedro Nicco 707 – Mossunguê
Sábado a tarde, 14 horas.
Um momento de confraternizar, conhecer um ao outro e dar os primeiros passos de uma ação coletiva.
Aguardamos você e mais quem você quiser convidar.
Com sua confirmação, vamos combinar o lanche de cada um e os detalhes de agenda.
Na pauta:
Soberania alimentar X Segurança alimentar
Agricultura de micro e pequenos espaços
pecuária urbana, manejo de resíduos e vida
Agricultura orgânica, agricultura alternativa ou AGRICULTURA REGENERADORA?
FAZER AMIGOS E TROCAR IDÉIAS.

A degradação da criação, a destruição dos laços comunitários e a desintegração do ser humano nunca poderão servir ao povo. Eis os limites a serem dados a tudo o que usamos em nosso dia-a-dia.